quinta-feira, 13 de maio de 2010

Habemus ratus!






Aproveitando que o "povão" se encontra distraído com a visita Papal e entretido a gozar de um merecido feriado (afinal, Nossa Senhora ainda cá apareceu uma meia dúzia de vezes! Seguidas!), José Sócrates anuncia um enorme aumento de impostos (no IRS e IRC). (Com a ajuda de Pedro Passos Coelho que, afinal, para além de líder do Partido da "oposição" decidiu aceitar o cargo oficioso de camareiro-chefe do primeiro-ministro).



Ao mesmo que tempo que "luta" pelo reconhecimento do direito de gays e lésbicas ao casamento (sem a adopção, porque isso é tão avançado que em Espanha até já existia antes do casamento), senta-se na primeira fila para prestar homenagem a um homem que considera que a revelação dos abusos de menores são uma "cabala" contra Igreja e que afirma que existe uma relação simbiótica entre homossexualidade e pedofilia e concede um dia e duas tardes de tolerância de ponto para que o povo deste país vá prestar o seu tributo a um líder religioso (!?).




Sócrates, sempre um homem de convicções e com uma vincada ideologia. Habemus ratus!!




Reacções au aumento: i.

2 comentários:

  1. Se não se aumentarem os impostos não há dinheiro para nada (num país como deve ser, agora aqui o dinheiro da pilhagem e do saque já lhes deve chegar, mas ainda querem pilhar e saquear mais as pessoas).

    ResponderEliminar
  2. E se depois é para andarmos alegremente a gastar milhões com Papas, estádios e outras idiotices..

    ResponderEliminar