segunda-feira, 17 de maio de 2010

A economia e a homofobia.




Hoje, dia 17 de Maio, o Dia Internacional da Luta Contra a Homofobia (IDAHO), o Presidente da República irá, pelas 20h15m, pronunciar-se acerca do diploma sobre o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo (CPMS). A menos que algum tipo de milagre se tenha dado nestas últimas duas semanas, a declaração de Cavaco Silva só pode ser no sentido de explicar o veto que irá aplicar ao diploma.


Ainda há alguns que alimentam uma vâ esperança, acreditando, até, que Cavaco sabe o que hoje se celebra. Não faz ideia, mas sabe que a maioria (a larga maioria?) da população portuguesa se posiciona contra o alargamento do casamento civil a casais de PMS e que em menos de um ano terá de enfrentar eleições.


Cavaco é o mais reaccionário Presidente da República Portuguesa desde António de Spínola. Não se esperava outra atitude da criatura que não fosse o veto. Podia, contudo, pelo menos, esperar por outro dia que não o IDAHO para desferir mais um ataque homófobo contra todos os portugueses.


Enquanto não percebermos que a discriminação funciona como um todo (odiar gays é o mesmo que concordar com o espancamento das mulheres, com a discriminação dos chinenes, etc.) não conseguiremos atingir o desenvolvimento (até económico) que queremos para este país. Olham para o mundo e tentem encontrar algum país rico (com justiça e redistribuição) que seja, ao mesmo tempo, homófobo. Não encontrarão...


(mais info: i)

7 comentários:

  1. Casamento gay, homofobia, espancamento de mulheres... tudo misturado. Muitas pessoas sao amigas de homossexuais e nem por isso terao de aceitar a hipocrisia do casamento gay. Muita confusao vai ai' nas vossas cabeCas...

    ResponderEliminar
  2. Não estaria tão certo que a declaração do Presidente seja nesse sentido mas é o mais provável, de facto.

    Aguardemos com esperança que isto não se transforme, de novo, num circo.

    ResponderEliminar
  3. Bem me parecia que ias estar errado, Manel! E ainda bem!! :D :D

    ResponderEliminar
  4. PCP - O PARTIDO COM QUE PODEMOS CONTAR: http://publico.pt/1437595

    :D

    ResponderEliminar
  5. Graça a Deus, efectivamente, estava errado. Mea culpa. Apesar do discurso ultra-homófobo, Cavaco promulgou a lei logo no Dia Internacional da Luta contra a Homofobia. Apesar de tudo, Cavaco surpreendeu = ).

    Anónimo, tudo misturado, porque, como expliquei, a discriminação tem um sentido único. E há-de me explicar como se pode ser "amigo dos homossexuais" e considerar que as relações dos mesmos não são suficientemente dignas para poderem formar um casamento...Muita confusão nessa cabeça.

    Miguel, e BE o partido que não terá problemas em votar essa moção= ).

    ResponderEliminar
  6. Sim, Manel, porque mandar o Governo abaixo agora seria fantástico e teria resultados fantásticos, tipo instabilidade e pôr o PSD no poder durante 4 anos. Algo que todos queremos, obviamente.

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar