terça-feira, 27 de abril de 2010

Sócrates, Coelho e a depilação.








A ligação que, aparentemente, se pode fazer entre as três notícias é que são, aparentemente, estúpidas em igual proporção. Levantando-se, porém, o véu da aparência, apercebemo-nos de que a o facto de as mulheres quererem deixar de fazer a depilação é perfeitamente compreensível (é doloroso, desconfortável e, no fundo, completamente desnecessário).



Tudo o resto, desde a existência das agências de rating ao facto de Passos Coelho considerar que Sócrates tem alguma capacidade de resolver a crise económica, ou que se deixará influenciar pelo líder do PSD, passando pela resposta que Teixeira dos Santos quer preparar para "mais um ataque" das referidas agências, está sumerso num tão grave e grande grau de idiotice que eu não ficaria mais surpreendido se aparecesse, num qualquer jornal diário de granden tiragem, a seguinte parangona: "Sócrates e Passos Coelho aderiram à depilação definitiva"

2 comentários:

  1. Idiotice é ilibarem corruptos só porque estavam no sítio errado na hora certa... e perseguirem a Ordem dos Advogados.

    ResponderEliminar
  2. Quanto à primeira concordo. Quanto à segundo, a Ordem tem, por vezes, de compreender que não é um sidicato.

    ResponderEliminar