domingo, 18 de abril de 2010

Entrevista III: "A sucessão de acontecimentos é bastante negativa".




1- O que representa, para ti, o 25 de Abril de 1974?

O fim de um regime político, o terminar de uma fase na vida dos portugueses e o começar de outra.


2 - Qual é, para ti, a principal herança do 25 de Abril de 1974?

Boa: liberdade. Má: corrupção.


3 - Globalmente, a teu ver, o 25 de Abril tem um significado positivo ou negativo?

O 25 de Abril tem um significado positivo, mas a sucessão de acontecimentos é bastante negativa, nomeadamente o processo de descolonização que foi "gritantemente" feito de uma forma errada.


4- Qual foi, para ti, a figura mais importante na construção da democracia portuguesa?

Zeca Afonso, Sá Carneiro, Álvaro Cunhal e já mais recente, o Sócrates, por ter tido coragem politica de tomar decisões polémicas.


5- Que pensas da forma como foi realizada a descolonização?

Foi uma descolonização absurda, que não defendeu nem os interesses da Nação, nem dos portugueses das ex-colónias e nem das próprias ex-colónias, que ainda hoje vemos que nunca foram capazes de se estabilizar politica e economicamente, já para não falar da parte social e humana


6- Portugal é, hoje, uma democracia?

É, com todos os defeitos e virtudes que este género de regime comporta.



Fábio, executivo, 26 anos.

Sem comentários:

Enviar um comentário