sábado, 6 de março de 2010

Os padres também fazem sexo.




Os rabos-de-palha sexuais da Igreja Católica foram sempre gigantescos. Agora, ardeu mais um, homossexual, ainda por cima!

Só uma ideia: se "liberalizassem" o sexo para os "padrecas" já não havia tantos escândalos. É que entre abusos de menores e recurso à prostituição, a Igreja Católica Americana já não é dona de quase nenhuma igreja naquele país.

(A nível de custo-benefício acho que compensava).

3 comentários:

  1. Provavelmente, se os padres passassem a poder casar-se, o número de escândalos deste género, dentro dessa classe, diminuiriam. Não quero defender ninguém. Porém, o facto é que muitos daqueles que não são padres e que são casados, e até com filhos, ou que se podem casar,continuam a praticar toda a espécie de repugnantes crimes, incluindo sexuais. Ou seja, como alguém disse, "a carne é fraca e ... a tentação é grande".
    Prevenção e educação sexual, precisa-se.

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a ideia de promoção de políticas de prevenção e educação sexual. Não obstante, no que diz respeito ao sexo, proibir só pode produzir os piores resultados.

    ResponderEliminar
  3. N�o posso garantir que, "no que diz respeito ao sexo, proibir s� pode produzir os piores resultados."

    ResponderEliminar