terça-feira, 23 de março de 2010

As contratações de Queiroz.




Como já deveria ter ficado patente ao longo destes escritos, eu não sou um grande nacionalista ou patrita, e sou-o muito menos quando se refere ao apoio à selecção portugusa de futebol.

Sou, por outro lado, completamente favorável à agilização do processo de aquisição da nacionalidade portuguesa (para os imigrantes que aqui vivam há já alguns anos e com um certo carácter de permanência).

Agora, não podemos fazer das selecções nacionais simples clubes e andar por aí a contratar jogadores estrangeiros só porque no nosso país existe escassez de atletas de certas posições.

Sem comentários:

Enviar um comentário