sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Desta safaste-te Madaíl



Gilberto Madaíl, o presidente vitalício da federação portuguesa de futebol, com o seu sentido de oportunidade habitual quase metia, pela quinquagésima sétima vez, a pata na poça.

Passo a explicar. Todos nos lembramos de quando, na última pré-época, antes do sorteio para a pré eliminatória da liga dos campeões, José Eduardo Bettencourt ter vindo afirmar que a única coisa que queria era que não lhe calhasse o AS Roma. Resultado: calhou mesmo a Roma e o Sporting entrou em campo sabendo que o seu presidente não acreditava ser possível passar. Nunca é uma boa sensação.

Todos nos lembramos menos, pelos vistos, Gilberto Madaíl que cometeu o mesmíssimo erro afirmando que só não queria que lhe calhasse a Espanha no sorteio do Mundial 2010. A duas bolas do fim do sorteio pensei: "Queres ver que o gajo além de burro é pé-frio?". Mas não. Saímos nós primeiro e portanto ficamos no grupo do Brasil e não da Espanha. Ficamos para já portanto pelas cinquenta e seis.

A sorte dos portugueses ficou porém por aqui. Aposto que nos sete meses que faltam para o Mundial todos os meus pesadelos irão andar à volta destas três situações:

1. Bruno Alves a tentar evitar, com todos os seus cotovelos, joelhos e pitons....err desculpem, queria dizer com toda a sua habilidade, que Drogba marque mais de 3 golos;

2. Kalou a fugir quando e como quer a Paulo Ferreira e Duda;

3. Touré a secar completamente Deco, embora isso até um qualquer médio albanês tenha conseguido.

Do Brasil nem vale a falar... o nosso último resultado fala por si.

Quanto à Coreia do norte seria à partida uma equipa perfeitamente acessível embora claro, a Albânia também o fosse.

Sem comentários:

Enviar um comentário