sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Ainda há muito tonto em Portugal....



Parece que aquela espécie de frente de combate à igualdade que dá pelo nome de "Plataforma Cidadania e Casamento" não desistiu dos seus ridículos intentos. Congratula-se, no respectivo site, de já terem angariado mais de 72.000 assinaturas e de estarem quase a atingir as 75.000 necessárias para proporem o referendo ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Enfim, custa-me que, pelo menos, os constitucionalistas que integram o movimento tenham uma visão tão pobre da democracia, considerando que é direito das maiorias esmagarem as minorias. Basta ter uma formação mínima em Direito Constitucional para saber que não se referendam questões que digam respeito a direitos fundamentais.

Contudo, neste post não vou voltar a repetir argumentos já por mim, anteriormente, esgrimidos. Gostava era de derrubar a crença de que este movimento integra personalidades reconhecidas na opinião pública. Quem são elas, afinal? É que a principal cara desta espécie de campanha ultra-reaccionária é uma Sra. que dá pelo nome de Isilda Pegado. Ora, a única coisa relevante pela qual a dita criatura é conhecida é por ser uma acérrima defensora das campanhas anti-preservativo, tendo chegado, mesmo, a afirmar que o preservativo não impede a transmissão do HIV. Enfim, com gente como esta à frente do movimento, gostava, sinceramente, se saber quem são os "tontinhos" que andam por aí assinando a petição pelo referendo.

------------------

Sobre a questão do casamento homossexual, Cavaco opta, como sempre, por não se pronunciar. Sabe que, apesar de certamente ser seu desejo e do que dizem alguns constitucionalistas filiados na direita reaccionária, não terá qualquer hipótese de impedir, mesmo com o recurso ao TC, que a lei que permitirá o casamento entre pessoas do mesmo sexo entre em vigor.


------------------

Olha! E querem ver que afinal sempre era mentira aquela questão do sofrimento insuportável sofrido por crianças filhas de casais homossexuais. Parece que a realidade é, afinal, muito menos negra e muito mais feliz do que aquela com que os inimigos da igualdade nos tentam enganar! (v. dois exemplos tocantes aqui).

2 comentários:

  1. se eles dizem ter pessoas que são a favor do casamento mas que desejam o referendo, porque raio o logótipo deles tem o símbolo masculino e feminino...

    A hipocrisia irrita-me!

    ResponderEliminar
  2. É nosso dever denunciá-la, sempre, Tiago. = )

    ResponderEliminar