sábado, 28 de novembro de 2009

Para americano ver.



Angola cria comissão de direitos humanos coordenada pelo Ministério das Relações Exteriores. Se não se tratasse de um assunto extremamente sério, só me daria para rir.

Cumpre começar por perguntar que definição têm de direitos humanos as autoridades angolanas. É que me parece que, em Angola, só aí cerca de 5% da população (os amigalhaços da família dos Santos) é que ascenderam ao estatuto de humanos. E os direitos desses já se encontram amplamente garantidos.

A nova potência da África Austral é um dos regimes mais autocráticos e corruptos do mundo (131º. lugar no ranking de democracia da The Economist e 162º. lugar no índice de percepção da corrupção da Transparency international). Efectua inúmeras prisões arbitrárias, mantém prisioneiros sem sujeição a qualquer espécie de julgamento e agrilhoa toda a espécie de oposição. Perante isto, a nova comissão não deverá gozar de qualquer tipo de independência. Enfim, mais uma medida para "inglês ver", ou melhor, para americano ver...

Sem comentários:

Enviar um comentário