quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Os reis do tráfico



Cavaco Silva condecorou um cidadão chinês condenado por auxílio à imigração ilegal. Não percebo a surpresa. Num país em que o Primeio-ministro está submerso em casos de corrupção até ao pescoço e, mesmo assim, continua merecendo a confiança popular, por que razão não há-de merecer um pobre homem que se limitava a auxiliar pobres chineses a alcançarem melhores condições de vida (a troco de módicas quantias, certamente)?

Efnim, num país em que ainda aparece nos livros de história, orgulhosamente, a nossa faceta de reis do tráfico negreiro, como nos podemos admirar?

Sem comentários:

Enviar um comentário