quinta-feira, 19 de novembro de 2009

E se começasse por dar o exemplo?



Na tomada de posse para novo mandato como Presidente do Afeganistão, Hamid Karzai afirmou que o país vai seguir uma via de combate à impunidade, tentando acabar com a corrupção e afastando-se do predomínio dos "senhores da guerra".

Isto vindo de um Presidente que utilizou todos os meios ilegais para se fazer eleger numas eleições marcadas por uma gigantesca fraude, soa um bocadinho a contradição. Mas, enfim, Karzai já iniciou o seu combate à impunidade escolhendo para Vice-presidentes dois "antigos" "senhores da guerra", Karim Khalili e Mohammad Qasim Fahim, sobre os quais recaem suspeitas de violação de direitos humanos e tráfico de droga.

Fazem muito bem os EUA em apoiar este tipo de "democratas", a população afegã é que já vem considerando que, afinal, vivia mais segura e havia menos corrupção governamental no regime dos talibãs...E não terão razão?

Sem comentários:

Enviar um comentário